X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
array(19) { ["post_id"]=> string(5) "12748" ["post_date"]=> string(19) "2013-09-27 00:00:00" ["post_title"]=> string(112) "FG firma convênio com Instituto Vital Brazil e abre novas possibilidades de estágios e pesquisas científicas." ["post_content"]=> string(6178) "

A FG firmou convênio com o Instituto Vital Brazil, um dos principais laboratórios oficiais do setor público do país, responsável pela produção de soros e medicamentos de uso humano. O convênio, que foi assinado oficialmente no último dia 6, visa o desenvolvimento de atividades conjuntas, capazes de propiciar a plena operacionalização de estágios, obrigatórios ou não, para estudantes dos cursos de graduação da FG.

Com o contrato firmado, o Instituto Vital Brasil (Centro de Pesquisas, Produtos Químicos e Biológicos) vai oferecer aos discentes da FG a oportunidade de receber treinamento prático, em sua linha de formação profissional, por meio de situações reais de trabalho, em um dos campi da instituição, que tem sede no Rio de Janeiro.

De acordo com o acordo firmado, os estudantes-estagiários da FG terão à disposição toda infraestrutura oferecida pela instituição, não apenas no que diz respeito ao espaço físico operacional, mas também de recursos humanos, técnicos e instrumentais. Os estágios poderão ser obrigatórios ou não, conforme determinação das diretrizes curriculares da etapa, modalidade e área de ensino e do projeto pedagógico do curso.

Segundo Antônio Joaquim Werneck de Castro, presidente do Instituto Vital Brazil, a parceria firmada aproxima a academia da empresa. “O convênio com a FG é muito importante para nós, pois gera troca de conhecimento e enriquece o trabalho com a dobradinha “conteúdo-prática”. A proposta é que ampliemos a parceria para o campo da pesquisa com desenvolvimento de projetos que culminem em dissertações de mestrado e doutorado, bem como lançamento de produtos inovadores”, afirma Castro.

Para Felipe Duarte, diretor geral da FG, o ano de 2013 vem marcando a história da Faculdade. Duarte destaca as novas conquistas da instituição como o Mestrado Interinstitucional em Direito e a autorização do curso de Engenharia Civil. “O convênio com o Instituto Vital Brazil é um movimento importante cujo alcance, no médio prazo, contribuirá para o desenvolvimento de núcleos de pesquisa locais, capazes de gerar conhecimento e tecnologia decisivos para a saúde pública do semiárido nordestino. Entendemos nossa missão em atuar na democratização das condições do desenvolvimento científico da nossa região. E o Instituto Vital Brazil constitui um parceiro fundamental neste processo. Um parceiro que pensa o país”, declarou.

Projetos – A parceria Vital Brazil – FG também tem por objetivo a colaboração mútua de profissionais devidamente qualificados para elaboração e execução de projetos de pesquisa, bem como a participação de docentes como orientadores em cursos de mestrado e doutorado. Também está prevista a participação conjunta em projetos de interesse comunitário, e o desenvolvimento em processos tecnológicos tanto da FG quanto do Instituto Vital Brazil.

Serão oferecidas vagas com a possibilidade de estágio para as áreas de controle de qualidade, controle químico, controle biológico, anaerobiose, antígeno e cultivo celular, medicamentos, soros, novas formulações, fitoterápicos, garantia da qualidade, herpetologia, artrópodes, zoologia médica, biotério, divulgação científica, financeiro, jurídico, ouvidoria, comunicação, projetos urbanos, e manutenção predial e industrial.

De acordo com Georgheton Nogueira, diretor acadêmico administrativo da Faculdade Guanambi, discentes de todas as áreas do conhecimento da FG estão habilitados a se inscreverem em programas de estágio do Vital Brazil, como bolsista, por meio de processo de seleção.

Segundo a Professora Doutora Blície Balisa Rocha, coordenadora do curso de Farmácia da FG, e a Professora Ivi Rosine, mestranda em Saúde Coletiva e coordenadora do curso de Biomedicina da FG, o edital para seleção da primeira turma de estagiários deverá sair nos próximos dias.

Vital Brazil –  Em 1919 foi iniciada a história que salvou milhares de vidas em 90 anos. Foi quando o sonho de um cientista, já famoso por suas descobertas sobre soros antipeçonhentos, começou a se consolidar, e Vital Brazil fundou, em Niterói, o instituto que leva seu nome. Hoje, o Instituto Vital Brazil, órgão da Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro, é um dos 18 laboratórios oficiais brasileiros e um dos três fornecedores de soros hiperimunes para o Ministério da Saúde.

 

Desde 2001, o Vital Brazil é o único a produzir soro contra picadas da aranha viúva negra. O soro antiaracnídeco faz parte da linha de produção do IVB e também é distribuído regularmente ao Ministério da Saúde. Além disso, o Instituto também realiza estudos e pesquisas no campo farmacêutico, biológico e social, e oferece serviços que vão de diagnósticos laboratoriais e epidemiológicos a programas de controle de doenças que ameacem a saúde pública.

" ["post_views"]=> string(4) "1904" ["post_cover__"]=> string(19) "065048201327091.jpg" ["post_category"]=> string(1) "7" ["post_lastview"]=> string(19) "2024-05-20 10:51:29" ["post_name"]=> string(108) "fg-firma-convenio-com-instituto-vital-brazil-e-abre-novas-possibilidades-de-estagios-e-pesquisas-cientificas" ["post_subtitle"]=> NULL ["post_video"]=> NULL ["post_author"]=> string(1) "1" ["post_category_parent"]=> NULL ["post_status"]=> string(1) "1" ["post_type"]=> NULL ["post_instant_article"]=> NULL ["post_amp"]=> NULL ["post_tags"]=> NULL ["post_cover"]=> string(27) "antigas/065048201327091.jpg" }

FG firma convênio com Instituto Vital Brazil e abre novas possibilidades de estágios e pesquisas científicas.

Data de Publicação: 27/09/2013

FG firma convênio com Instituto Vital Brazil e abre novas possibilidades de estágios e pesquisas científicas.

A FG firmou convênio com o Instituto Vital Brazil, um dos principais laboratórios oficiais do setor público do país, responsável pela produção de soros e medicamentos de uso humano. O convênio, que foi assinado oficialmente no último dia 6, visa o desenvolvimento de atividades conjuntas, capazes de propiciar a plena operacionalização de estágios, obrigatórios ou não, para estudantes dos cursos de graduação da FG.

Com o contrato firmado, o Instituto Vital Brasil (Centro de Pesquisas, Produtos Químicos e Biológicos) vai oferecer aos discentes da FG a oportunidade de receber treinamento prático, em sua linha de formação profissional, por meio de situações reais de trabalho, em um dos campi da instituição, que tem sede no Rio de Janeiro.

De acordo com o acordo firmado, os estudantes-estagiários da FG terão à disposição toda infraestrutura oferecida pela instituição, não apenas no que diz respeito ao espaço físico operacional, mas também de recursos humanos, técnicos e instrumentais. Os estágios poderão ser obrigatórios ou não, conforme determinação das diretrizes curriculares da etapa, modalidade e área de ensino e do projeto pedagógico do curso.

Segundo Antônio Joaquim Werneck de Castro, presidente do Instituto Vital Brazil, a parceria firmada aproxima a academia da empresa. “O convênio com a FG é muito importante para nós, pois gera troca de conhecimento e enriquece o trabalho com a dobradinha “conteúdo-prática”. A proposta é que ampliemos a parceria para o campo da pesquisa com desenvolvimento de projetos que culminem em dissertações de mestrado e doutorado, bem como lançamento de produtos inovadores”, afirma Castro.

Para Felipe Duarte, diretor geral da FG, o ano de 2013 vem marcando a história da Faculdade. Duarte destaca as novas conquistas da instituição como o Mestrado Interinstitucional em Direito e a autorização do curso de Engenharia Civil. “O convênio com o Instituto Vital Brazil é um movimento importante cujo alcance, no médio prazo, contribuirá para o desenvolvimento de núcleos de pesquisa locais, capazes de gerar conhecimento e tecnologia decisivos para a saúde pública do semiárido nordestino. Entendemos nossa missão em atuar na democratização das condições do desenvolvimento científico da nossa região. E o Instituto Vital Brazil constitui um parceiro fundamental neste processo. Um parceiro que pensa o país”, declarou.

Projetos – A parceria Vital Brazil – FG também tem por objetivo a colaboração mútua de profissionais devidamente qualificados para elaboração e execução de projetos de pesquisa, bem como a participação de docentes como orientadores em cursos de mestrado e doutorado. Também está prevista a participação conjunta em projetos de interesse comunitário, e o desenvolvimento em processos tecnológicos tanto da FG quanto do Instituto Vital Brazil.

Serão oferecidas vagas com a possibilidade de estágio para as áreas de controle de qualidade, controle químico, controle biológico, anaerobiose, antígeno e cultivo celular, medicamentos, soros, novas formulações, fitoterápicos, garantia da qualidade, herpetologia, artrópodes, zoologia médica, biotério, divulgação científica, financeiro, jurídico, ouvidoria, comunicação, projetos urbanos, e manutenção predial e industrial.

De acordo com Georgheton Nogueira, diretor acadêmico administrativo da Faculdade Guanambi, discentes de todas as áreas do conhecimento da FG estão habilitados a se inscreverem em programas de estágio do Vital Brazil, como bolsista, por meio de processo de seleção.

Segundo a Professora Doutora Blície Balisa Rocha, coordenadora do curso de Farmácia da FG, e a Professora Ivi Rosine, mestranda em Saúde Coletiva e coordenadora do curso de Biomedicina da FG, o edital para seleção da primeira turma de estagiários deverá sair nos próximos dias.

Vital Brazil –  Em 1919 foi iniciada a história que salvou milhares de vidas em 90 anos. Foi quando o sonho de um cientista, já famoso por suas descobertas sobre soros antipeçonhentos, começou a se consolidar, e Vital Brazil fundou, em Niterói, o instituto que leva seu nome. Hoje, o Instituto Vital Brazil, órgão da Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro, é um dos 18 laboratórios oficiais brasileiros e um dos três fornecedores de soros hiperimunes para o Ministério da Saúde.

 

Desde 2001, o Vital Brazil é o único a produzir soro contra picadas da aranha viúva negra. O soro antiaracnídeco faz parte da linha de produção do IVB e também é distribuído regularmente ao Ministério da Saúde. Além disso, o Instituto também realiza estudos e pesquisas no campo farmacêutico, biológico e social, e oferece serviços que vão de diagnósticos laboratoriais e epidemiológicos a programas de controle de doenças que ameacem a saúde pública.

Emitindo

Aguarde!