X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
Prefeitura de Guanambi não pretende adotar lockdown, novo decreto foi adiado.
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Prefeitura de Guanambi não pretende adotar lockdown, novo decreto foi adiado.

A Prefeitura de Guanambi adiou mais uma vez a publicação do novo decreto com medidas relacionadas à contenção da propagação do coronavírus. O último documento, publicado na semana passada, perdeu a validade na segunda-feira (14), e desde então, estão vigorando apenas as determinações estaduais. Havia a expectativa da edição nesta quarta-feira, porém o Diário Oficial do Município não trouxe a publicação.

À Agência Sertão, a Assessoria de Comunicação (Ascom) informou que o prefeito Nilo Coelho aguarda a publicação de um decreto do Governo do Estado, com medidas específicas para todos os municípios da região.

Além disso, a Ascom informou que o município não deve determinar adoção de lockdown ou medidas de fechamento do comércio. A possibilidade foi cogitada nesta terça-feira (15), no entanto, a gestão municipal está preocupada com um possível impacto negativo na economia.

Em contrapartida, o município pode ampliar o toque de recolher para as 19h, aumentar a restrição para realização de atividades religiosas e intensificar a fiscalização contra aglomerações. Também deve ser mantido o expediente nas repartições públicas no feriado de São João, com intuito de desestimular festas e viagens.

Até então, com a expiração das normas municipais, ficam mantidas as regras estabelecidas pelo Governo da Bahia, como a proibição da venda de bebidas alcoólicas das 18h de 18 de junho até as 5h de 21 de junho e também das 18h de 23 de junho até as 5h de 28 de junho. Também vigora a restrição da locomoção de pessoas das 20h às 5h, até 29 de junho.

O transporte coletivo intermunicipal rodoviário e hidroviário será suspenso, em toda a Bahia, no período junino. O decreto prevê que ficam suspensas, a partir de 0h do dia 21 de junho, a circulação e a saída, e, a partir das 9h de 21 de junho, a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal rodoviário, público e privado, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans. A restrição vale até as 5h de 28 de junho.

As aulas presenciais nas nas unidades de ensino públicas e particulares continuam suspensas na região. Somente podem manter as atividades de forma semipresencial os municípios das regiões com taxa de ocupação de leitos de UTI Covid abaixo de 75%, por cinco dias consecutivos. Na Região Sudoeste, a taxa de ocupação permanece acima de 95% há dias.

Os eventos e atividades que envolvam aglomeração de pessoas continuam proibidos até 29 de junho, em todo o território baiano, independentemente do número de participantes. Segue suspensa ainda, até 29 de junho, a realização de shows, festas, públicas ou privadas, e afins, independentemente do número de participantes, além de atividades esportivas amadoras.

Os eventos exclusivamente científicos e profissionais podem ocorrer com público limitado a 50 pessoas. Já os atos religiosos litúrgicos ficam permitidos mediante a ocupação máxima de 25% da capacidade do local. O funcionamento das academias também permanece autorizado mediante a ocupação máxima de 50%.

Continua vedada, em todo o território baiano, a prática de quaisquer atividades esportivas coletivas amadoras até 29 de junho, sendo permitidas as práticas individuais, desde que não gerem aglomerações.

Covid-19 em Guanambi

Nesta quarta-feira, mais 84 casos da doença foram registrados no município. Agora são 8.884 contaminados, com 8.444 recuperados. São 343 casos ativos, com 48 pacientes internados. Ainda restam 439 pacientes com suspeita da doença aguardando os resultados dos exames.

Também foram registrados mais dois óbitos em decorrência da doença. Pela manhã, a prefeitura informou a morte de uma mulher de 34 anos. Já durante a noite, foi confirmada a morte de outra mulher, está de 89 anos. São 97 mortes registradas no município desde o início da pandemia, sendo que quinze delas ocorreram em junho.

Guanambi ultrapassou a marca de 40.035 vacinas aplicadas. São 29.032 pessoas vacinadas com pelo menos uma dose dos imunizantes, dos quais, 11.003 já completaram o esquema vacinal.

Ocupação de leitos

A taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva da Região segue muito próximo da capacidade máxima. Três dos seis hospitais credenciados à rede SUS estão com 100% de ocupação – Hospital Geral de Guanambi (HGG) e o Hospital São Vicente de Paulo de Vitória da Conquista, com 10 leitos cada, e o Hospital Municipal de Caetité (Unacon), com 20 leitos.

As demais unidades de Saúde seguem muito perto da capacidade – Hospital Municipal Prof. Magalhães Neto de Brumado, com 9 de 10 leitos ocupados, o Hospital de Clínicas de Vitória da Conquista, com 18 de 20 leitos ocupados e o Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC), com 38 dos 40 leitos ocupados.

Ao todo são 110 leitos disponíveis para os 74 municípios da região de saúde Sudoeste, que juntos possuem 1,8 milhão de habitantes. A taxa de ocupação é de 95%, com apenas cinco leitos disponíveis. Segundo o boletim da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, 47 pacientes aguardando autorização da Centra de Regulação para transferência para UTI.

Em todo o Estado, dos 1.598 leitos de UTI disponíveis, 1.336 estão ocupados, o que equivale a 84%. No momento, 112 pacientes aguardam por regulação.

Agencia Sertão

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter