X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
Jornal divulgou identidades de estudantes acusados de feminicídio em Vitória da Conquista.
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Jornal divulgou identidades de estudantes acusados de feminicídio em Vitória da Conquista.

O Jornal Bahia Meio Dia da TV Sudoeste divulgou o nome e as fotos dos acusados do feminicídio ocorrido na última quarta-feira (15) em Vitória da Conquista. Trata-se de Rafael Souza, ex-namorado da vítima, Marcos Vinícius e Filipe Gusmão. A polícia informou que os jovens têm entre 19 e 22 anos e pertencem a famílias de classe média. Eles permanecem presos preventivamente, à disposição da Justiça.

Este tipo de divulgação pela imprensa, embora não seja proibida, tem sido menos comum nos últimos anos devido às mudanças promovidas pela legislação que versa sobre abuso de autoridade, que proíbe profissionais de segurança pública de divulgar informações sobre suspeitos ou acusados que ainda não foram julgados e condenados. No entanto, devido à repercussão do crime, a editoria do jornal decidiu pela divulgação das fotos e nomes.

Segundo a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), Rafael atraiu a ex-namorada para o local do crime e a dopou, colocando um remédio no seu refrigerante. Depois, ele esfaqueou a estudante no pescoço e no rosto e o segundo envolvido terminou de matá-la por enforcamento. O terceiro envolvido teria feito a ponte entre os dois para cometer o crime. O combinado entre os estudantes era vender e ficar com o dinheiro do carro da vítima.

O crime foi revelado antes mesmo da família registrar a ocorrência pelo desaparecimento da vítima. Na mesma noite, Rafael se apresentou no Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep) acompanhado de um advogado e confessou o assassinato. No dia seguinte, a polícia foi atrás dos dois outros envolvidos e um deles levou a equipe até o município de Planalto, onde o corpo havia sido desovado.

Sashira Camilly Cunha Silva tinha 19 anos e era estudante de  Engenharia Civil. O sepultamento ocorreu no fim da manhã desta sexta-feira (17), no Cemitério Parque da Cidade, em Vitória da Conquista. O velório foi realizado no Salão Nobre da Loja Maçônica Cavalheiros do Orient, no bairro Recreio.

No velório, Edilvane da Silva, pai de Sashira, disse à imprensa que ela era uma menina amorosa, inteligente, estudiosa e trabalhadora, que tinha um grande futuro pela frente. Familiares e amigos fizeram um protesto silencioso pedindo que a Justiça puna com rigor os criminosos.

Agencia Sertão

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter