X

Fale Conosco:

Aguarde, enviando contato!
array(19) { ["post_id"]=> string(5) "39875" ["post_date"]=> string(19) "2023-11-20 16:38:00" ["post_title"]=> string(92) "Chuva acompanhada de vendaval causou queda de várias árvores e destelhamentos em Igaporã." ["post_content"]=> string(1949) "

Um temporal atingiu a cidade de Igaporã no início da tarde desta segunda-feira (20). A chuva veio acompanhada de ventos fortes, causando a queda de várias árvores pela cidade e o destelhamento de algumas casas.

De acordo com o pluviômetro automático do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas para Desastres Naturais (Cemaden), o acumulado de chuva registrado em Igaporã foi de 16 mm, no entanto, todo o volume caiu em um intervalo de poucos minutos, acompanhado de rajadas muito fortes.

Um vídeo filmado por um morador da janela de sua casa mostra a força do vento levantando algumas telhas de um imóvel. Fotos enviadas por leitores da Agência Sertão mostram também algumas árvores caídas, uma delas sobre um caminhão que fazia entrega de bebidas nos comércios.

Até o momento, nenhum balanço sobre os estragos ocorridos nos imóveis, veículos e ruas foi divulgado.

O Cemaden também registrou chuva na vizinha Tanque Novo no mesmo horário, de 15 mm. Pela noite já havia sido registrado outros 11 mm, acumulando 26 mm nas últimas 24 horas.

Na Região de Guanambi, o maior acumulado até às 15h desta segunda é de Urandi, de 41 mm, a maior parte entre o fim da noite deste domingo (19) e o início da madrugada. Também foram registrados 15 mm em Licínio de Almeida, 9 mm em Matina, 5 mm em Candiba, e 1 mm em Carinhanha e Iuiú.

Em Guanambi, o pluviômetro do Cemaden não registrou dados, assim como a estação meteorológica do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), inoperante há mais de um mês. O pluviômetro da Agência Sertão, no Centro da cidade, registrou 4,8 mm entre a noite e a madrugada.

Agencia Sertão

" ["post_views"]=> string(3) "254" ["post_cover__"]=> NULL ["post_category"]=> string(1) "4" ["post_lastview"]=> string(19) "2024-02-21 23:49:31" ["post_name"]=> string(88) "chuva-acompanhada-de-vendaval-causou-queda-de-varias-arvores-e-destelhamentos-em-igapora" ["post_subtitle"]=> NULL ["post_video"]=> NULL ["post_author"]=> string(1) "2" ["post_category_parent"]=> NULL ["post_status"]=> string(1) "1" ["post_type"]=> string(4) "post" ["post_instant_article"]=> NULL ["post_amp"]=> NULL ["post_tags"]=> NULL ["post_cover"]=> string(118) "images/2023/11/chuva-acompanhada-de-vendaval-causou-queda-de-varias-arvores-e-destelhamentos-em-igapora-1700509134.jpg" }

Chuva acompanhada de vendaval causou queda de várias árvores e destelhamentos em Igaporã.

Data de Publicação: 20/11/2023

Chuva acompanhada de vendaval causou queda de várias árvores e destelhamentos em Igaporã.

Um temporal atingiu a cidade de Igaporã no início da tarde desta segunda-feira (20). A chuva veio acompanhada de ventos fortes, causando a queda de várias árvores pela cidade e o destelhamento de algumas casas.

De acordo com o pluviômetro automático do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas para Desastres Naturais (Cemaden), o acumulado de chuva registrado em Igaporã foi de 16 mm, no entanto, todo o volume caiu em um intervalo de poucos minutos, acompanhado de rajadas muito fortes.

Um vídeo filmado por um morador da janela de sua casa mostra a força do vento levantando algumas telhas de um imóvel. Fotos enviadas por leitores da Agência Sertão mostram também algumas árvores caídas, uma delas sobre um caminhão que fazia entrega de bebidas nos comércios.

Até o momento, nenhum balanço sobre os estragos ocorridos nos imóveis, veículos e ruas foi divulgado.

O Cemaden também registrou chuva na vizinha Tanque Novo no mesmo horário, de 15 mm. Pela noite já havia sido registrado outros 11 mm, acumulando 26 mm nas últimas 24 horas.

Na Região de Guanambi, o maior acumulado até às 15h desta segunda é de Urandi, de 41 mm, a maior parte entre o fim da noite deste domingo (19) e o início da madrugada. Também foram registrados 15 mm em Licínio de Almeida, 9 mm em Matina, 5 mm em Candiba, e 1 mm em Carinhanha e Iuiú.

Em Guanambi, o pluviômetro do Cemaden não registrou dados, assim como a estação meteorológica do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), inoperante há mais de um mês. O pluviômetro da Agência Sertão, no Centro da cidade, registrou 4,8 mm entre a noite e a madrugada.

Agencia Sertão

Emitindo

Aguarde!