Radialista Rafael Henzel, sobrevivente da tragédia da Chapecoense, morre de infarto.

Destaque

Quarta-Feira, 27 de Março de 2019

Morreu na noite desta terça-feira (26), aos 45 anos, o jornalista Rafael Henzel Valmorbida. Ele foi vítima de um infarto após passar mal enquanto jogava uma partida de futebol. A informação foi confirmada pela rádio Oeste Capital, de Chapecó, onde Henzel trabalhava, e havia apresentado um programa nesta terça-feira normalmente. Ele estava escalado para narrar a partida entre Chapecoense e Criciúma, pela Copa do Brasil. O clube catarinense já pediu à Confederação Brasileira de Futebol o adiamento da partida. 

Ele era um dos seis sobreviventes do acidente aéreo em novembro de 2016 que causou a morte de 71 pessoas, entre jogadores e comissão técnica da Chapecoense, e jornalistas que iriam trabalhar na final da Copa Sul-Americana daquele ano. Na ocasião, Henzel teve sete costelas quebradas e uma lesão no pé direito. Ficou 20 dias internado, dez deles n0 na UTI. Após receber alta, voltou a narrar uma partida em menos de dois meses.

Além dele, sobreviveram os atletas Neto, Alan Ruschel e Jackson Folmann, a comissária de bordo Ximena Suarez e o mecânico Erwin Tumiri.

Em nota, a Chapecoense afirmou que Henzel se tornou um símbolo da reconstrução do clube e que sempre lembrará do exemplo de superação do jornalista.





Últimas Notícias
Travessa Cicinato A. Fernandes - Centro - Guanambi-BA - (77) 9 - 9962-3188