Polícia conclui inquérito e indicia mãe que venderia o filho por R$ 70 mil na Bahia por tráfico de pessoas.

Policial

Quarta-Feira, 23 de Janeiro de 2019

A Polícia Civil concluiu o inquérito e indiciou, nesta terça-feira (22), uma mulher suspeita de negociar a venda do filho, de 12 anos, por R$ 70 mil, no oeste da Bahia, por tráfico de pessoas. Identificada como Maria Rocha Roque, a suspeita também vai responder por abandono de incapaz e comunicação falsa de crime. O caso ocorreu no município de Santa Maria da Vitória. O delegado Leyvison Rodrigues, responsável pela investigação, enviou o inquérito ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) nesta terça. O órgão tem cinco dias para oferecer ou não a denúncia à Justiça. O homem suspeito de ser o "comprador" do menino, Sivaldo Lenes Vieira, 71 anos, foi indiciado por tráfico de pessoas. Ele e a mãe do adolescente seguem presos, à disposição da Justiça. De acordo com o delegado Alexandre Haas, que participou das investigações do caso, Sinvaldo disse que não tentou comprar o adolescente. Entretanto, o idoso foi acusado por Maria Roque, mãe do garoto, em depoimento na delegacia. Também em depoimento, Maria, que foi presa no dia do crime, revelou que venderia o adolescente por raiva, porque o garoto é fruto de um estupro. A polícia não tem informações sobre quem teria sido o autor do estupro. Sinvaldo Vieira foi preso no fim da manhã do dia 15 de janeiro, na cidade de Botuporã, no sudoeste baiano. Segundo a polícia, ele já tinha passagem por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo.





Últimas Notícias
Travessa Cicinato A. Fernandes - Centro - Guanambi-BA - (77) 9 - 9962-3188