Mulher é detida acusada de filmar suicídio de amiga e divulgar vídeo nas redes sociais em Paramirim.

Policial

Quinta-Feira, 05 de Setembro de 2019

Paula Larissa de Jesus Pina foi localizada no local onde Ana foi encontrada morta, conforme a Guarda Municipal. Paula foi levada a delegacia do município.

Uma mulher foi detida na tarde de segunda-feira, 2 de setembro, acusada de ter filmado o suicídio de uma amiga e divulgar o vídeo nas redes sociais, no município de Paramirim, no Sudoeste da Bahia.

De acordo informações, por volta das 13h, agentes da 46ª Companhia Independente de Polícia Militar foram informados que uma mulher havia sido encontrada morta no povoado de Riachão. Ao chegarem no local os militares encontraram Ana Cláudia de Oliveira, de 33 anos, pendurada com uma corda no pescoço. O corpo de Ana foi levado ao IML-Instituto Médico Legal de Brumado, onde passou por exame cadavérico.

A Guarda Municipal informou aos PMs que Paula Larissa de Jesus Pina estava no local do ocorrido. Paula teria registrado o vídeo e posteriormente divulgado nas redes sociais. A acusada foi levada a delegacia de Paramirim, onde prestou depoimento.

Conforme o decreto nº 2.848 de 07 de Dezembro de 1940, art. 122, induzir ou instigar alguém a suicidar-se ou prestar-lhe auxílio para que o faça é crime e a pena de reclusão é de dois a seis anos, caso o suicídio se consuma; ou reclusão, de um a três anos, se da tentativa de suicídio resulta lesão corporal de natureza grave.

Parágrafo único – A pena é duplicada:

Aumento de pena

I – se o crime é praticado por motivo egoístico;

II – se a vítima é menor ou tem diminuída, por qualquer causa, a capacidade de resistência.

Infanticídio


Por: Matheus Souza


Últimas Notícias
Travessa Cicinato A. Fernandes - Centro - Guanambi-BA - (77) 9 - 9962-3188