Malhada: Mulher e filhos menores vivem em condições precárias dentro de barraco de lona.

Quinta-Feira, 08 de Novembro de 2018

Uma mulher, identificada como Rosângela Mendes dos Santos, vem sofrendo na pele há anos o que é viver em condições subumanas, no município de Malhada, no sudoeste baiano. Ela e os três filhos menores de idade moram em um barraco de lona, que fica situado na rua Vasco da Gama, em um bairro afastado do centro da cidade.

Conforme informações obtidas pelo Portal Vilson Nunes, a Secretaria de Assistência Social do município tem conhecimento do caso, mas até o momento nenhuma providência foi tomada.

No dia-a-dia, a mulher e as crianças tomam banho pelo lado de fora, pois não há banheiro. No período de chuvas, o local enche de água.

A única renda da família é o dinheiro do Bolsa Família que está sendo utilizado para comprar alimentos, mas como o lugar não oferece nenhuma segurança, ladrões entram no barraco e furtam a cesta básica.

 

Uma parente da mulher, esclareceu que, como estava chovendo forte, os familiares e amigos ficaram com medo do barraco desabar e aí tiraram eles de lá. “Colocamos eles em uma casa até conseguir fazer a dela e derrubamos o barraco. Com a ajuda que estamos conseguindo vamos juntar e fazer uma casinha pra ela, mas ainda falta muita coisa. Temos apenas 2.000 blocos e 70 sacos de cimento para construção, agora estamos precisando das telhas. Como não obtivemos ajuda da Prefeitura, estamos arrecadando ajuda em dinheiro, material de construção ou que puderem ajudar para fazer uma moradia digna para ela e seus filhos”, afirmou.

A nossa reportagem manteve contato com a Secretária de Assistência Social de Malhada, Rita Cristina Viana Boa Sorte, no entanto, até o fechamento da matéria não obteve resposta. Posteriormente, o senhor Luciano, Secretário Municipal de Administração, retornou às nossas ligações. Segundo Luciano, o prefeito Dezim já construiu dezenas de habitações para moradores que vivem em situação semelhante, entretanto, segundo ele, como a demanda é grande e falta de recursos, “infelizmente” não é possível atender 100% dos casos. “Temos conhecimento deste caso, estou em uma viagem administrativa, mas a partir de segunda-feira pode pedir esta senhora para nos procurar, pois vamos efetuar o cadastro dela e ver como podemos ajuda-la neste momento difícil”, garantiu Luciano.

Uma prima da mulher disponibilizou sua conta para quem desejar fazer algum depósito ou transferência a fim de ajudar à família:

CAIXA:

Agência: 4819  OP: 001  Conta: 00022607-8

Titular: Adriana dos Santos Pinto

 

 


Portal Vilson Nunes


Últimas Notícias
Travessa Cicinato A. Fernandes - Centro - Guanambi-BA - (77) 9 - 9962-3188