Greve trabalhadores dos Correios é suspensa em todo o país.

Nacional

Quarta-Feira, 18 de Setembro de 2019

Após determinação do Tribunal Superior do Trabalho (TST), os trabalhadores dos Correios finalizaram greve parcial a partir das 22h desta terça-feira (17).

Após a realização de assembleias em todo o país, foi acatada a condição da empresa para aceitar a proposta do TST de manter as cláusulas do Acordo Coletivo de Trabalho 2018/2019 até o dia 2 de outubro, data do julgamento do dissídio coletivo pelo colegiado do tribunal.

As negociações entre os Correios e as representações sindicais se arrastam há dois meses. Com a paralisação inciada no último dia 11, a empresa ingressou com ação de dissídio junto ao Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Em nota, a direção dos Correios disse que durante todo esse período buscou construir uma proposta de acordo coletivo de trabalho dentro das condições financeiras suportadas pelo caixa da empresa. A empresa argumentou que as federações reivindicam vantagens impossíveis de serem concedidas no atual momento da empresa e da própria economia do País.

“Com o julgamento do dissídio pelo TST, a empresa espera chegar a um entendimento razoável sobre o ACT 2019/2020, com a confiança de que o Tribunal reconhece a importância de, neste momento, retomar o equilíbrio financeiro de uma empresa tão estratégica quanto os Correios”, diz a nota.

A nota informou ainda que desde o início da paralisação parcial, os Correios colocaram em prática um plano de continuidade de negócios, que estabelece ações de contingência para amenizar eventuais impactos à população. “Medidas como o deslocamento de empregados administrativos para auxiliar na operação e a realização de mutirões nos fins de semana estão sendo adotadas para que o fluxo postal seja regularizado o mais rápido possível. As ações contingenciais continuarão a ser empregadas até que as entregas sejam normalizadas”.

A rede de atendimento dos Correios está aberta em todo o país e os serviços, inclusive SEDEX e PAC, continuam sendo postados e entregues em todos os municípios. Para mais informações, os clientes podem entrar em contato pelo telefone 0800 725 0100 ou pelo site.

A Federação Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telégrafos e Similares (FENTECT) confirmou a suspensão da paralisação e que os trabalhadores irão manter o estado de greve.


Agencia Sertão


Últimas Notícias
Travessa Cicinato A. Fernandes - Centro - Guanambi-BA - (77) 9 - 9962-3188