Comissão da Fiol e Porto Sul aprova nota que esclarece matéria veiculada no programa “Bahia Meio Dia”

Política

Quinta-Feira, 12 de Outubro de 2017

Nota à imprensa sobre dados artificiosos sobre Fiol e Porto Sul veiculados no Programa Bahia Meio Dia.

A respeito da série de matérias exibidas pelo programa Bahia Meio Dia, na TV Globo, nos dias 09 e 10 de outubro, na qual foram divulgados dados incompletos sobre a situação real das obras da Ferrovia Engenheiro Vasco Azevedo Neto – antiga Fiol – e do Porto Sul, a comissão especial que trata do assunto na Assembleia Legislativa da Bahia elogia a atitude da TV por levantar os problemas existentes nas obras, mas esclarece:

Diferente do que a repórter afirma na matéria, a ferrovia hoje está com 71,24% de obra física executada entre Ilhéus e Caetité e no total, levando em conta ainda de Caetité até Barreiras, com mais de 50% executada, e não apenas 30% como é apresentado na matéria. Os 30% que tanto a matéria televisiva enaltece se refere apenas aos dois lotes da região oeste, e não a ferrovia como um todo.

A reportagem em questão não destaca em nenhum momento o avanço das obras no Lote 5FA - ponte sobre o Rio São Francisco – neste lote as obras ultrapassam 50% do total a ser executado. Já no lote 4 - região de Brumado – o retorno das obras ainda não ocorreu, porque a empresa responsável, Andrade Gutierrez, não aceitou renegociar com a estatal Valec.

Outro dado importante, e que causou espanto em não ser divulgado na reportagem, foi a celebração do Memorando de Entendimento assinado recentemente pelo Governo do Estado com empresas chinesas e a Bahia Mineração (Bamin) para financiamento dos projetos. O documento foi assinado durante a realização da reunião anual do BRICS, na China, tendo como testemunha o presidente da República Popular da China, Xi Jinping, e presidente do Brasil, Michel Temer. Após o evento, o Governo Federal se comprometeu em lançar o edital de licitação para conclusão das obras da Fiol até o mês de junho de 2018, mas o estado tem total interesse em acelerar esse processo, caso a União coloque a Bahia na condução do procedimento.

Sobre o Porto Sul, a comissão também esclarece ainda que o documento citado acima estabelece que o Governo do Estado, as empresas chinesas e o Eurasian Resources Group, acionista da Bahia Mineração, cooperarão para o desenvolvimento totalmente integrado dos projetos. O empreendimento já tem todas as licenças necessárias para o início da obra, tais como as licenças prévia e de instalação, além da autorização para supressão de vegetação, emitidas pelo Ibama.

 

“Sei que a intenção da reportagem foi mostrar os problemas causados pela paralisação das obras, mas a matéria presta um desserviço à população ao fornecer informações incompletas e artificiosas. Sabemos das dificuldades do país, e vivemos essa luta diariamente para colocar esse trem nos trilhos. O Governo do Estado, o colegiado, as empresas responsáveis estão trabalhando para buscar investimentos, resolver entraves e acelerar a finalização dessas obras que irão mudar a história da economia do estado”, concluiu a presidente da comissão, deputada Ivana Bastos. Nota à imprensa sobre dados artificiosos sobre Fiol e Porto Sul veiculados no Programa Bahia Meio Dia.

A respeito da série de matérias exibidas pelo programa Bahia Meio Dia, na TV Globo, nos dias 09 e 10 de outubro, na qual foram divulgados dados incompletos sobre a situação real das obras da Ferrovia Engenheiro Vasco Azevedo Neto – antiga Fiol – e do Porto Sul, a comissão especial que trata do assunto na Assembleia Legislativa da Bahia elogia a atitude da TV por levantar os problemas existentes nas obras, mas esclarece:

Diferente do que a repórter afirma na matéria, a ferrovia hoje está com 71,24% de obra física executada entre Ilhéus e Caetité e no total, levando em conta ainda de Caetité até Barreiras, com mais de 50% executada, e não apenas 30% como é apresentado na matéria. Os 30% que tanto a matéria televisiva enaltece se refere apenas aos dois lotes da região oeste, e não a ferrovia como um todo.

A reportagem em questão não destaca em nenhum momento o avanço das obras no Lote 5FA - ponte sobre o Rio São Francisco – neste lote as obras ultrapassam 50% do total a ser executado. Já no lote 4 - região de Brumado – o retorno das obras ainda não ocorreu, porque a empresa responsável, Andrade Gutierrez, não aceitou renegociar com a estatal Valec.

Outro dado importante, e que causou espanto em não ser divulgado na reportagem, foi a celebração do Memorando de Entendimento assinado recentemente pelo Governo do Estado com empresas chinesas e a Bahia Mineração (Bamin) para financiamento dos projetos. O documento foi assinado durante a realização da reunião anual do BRICS, na China, tendo como testemunha o presidente da República Popular da China, Xi Jinping, e presidente do Brasil, Michel Temer. Após o evento, o Governo Federal se comprometeu em lançar o edital de licitação para conclusão das obras da Fiol até o mês de junho de 2018, mas o estado tem total interesse em acelerar esse processo, caso a União coloque a Bahia na condução do procedimento.

Sobre o Porto Sul, a comissão também esclarece ainda que o documento citado acima estabelece que o Governo do Estado, as empresas chinesas e o Eurasian Resources Group, acionista da Bahia Mineração, cooperarão para o desenvolvimento totalmente integrado dos projetos. O empreendimento já tem todas as licenças necessárias para o início da obra, tais como as licenças prévia e de instalação, além da autorização para supressão de vegetação, emitidas pelo Ibama.

“Sei que a intenção da reportagem foi mostrar os problemas causados pela paralisação das obras, mas a matéria presta um desserviço à população ao fornecer informações incompletas e artificiosas. Sabemos das dificuldades do país, e vivemos essa luta diariamente para colocar esse trem nos trilhos. O Governo do Estado, o colegiado, as empresas responsáveis estão trabalhando para buscar investimentos, resolver entraves e acelerar a finalização dessas obras que irão mudar a história da economia do estado”, concluiu a presidente da comissão, deputada Ivana Bastos.  


Por: Camila Queiroz


Últimas Notícias
Travessa Cicinato A. Fernandes - Centro - Guanambi-BA - (77) 9 - 9962-3188