Com duas viradas, Flamengo e Vasco empatam em jogão de oito gols.

Quinta-Feira, 14 de Novembro de 2019

Emoção do início ao fim. Assim foi o Clássico dos Milhões desta quarta-feira, no Maracanã. O Flamengo abriu o placar com menos de um minuto e o Vasco fechou aos 47 do segundo tempo. Mas entre estes gols, muita coisa aconteceu para a partida terminar empatada em 4 a 4. Com o resultado, o Flamengo chegou a 78 pontos e perdeu a chance de ser campeão na próxima rodada, mas continua com boa vantagem sobre o vice-líder Palmeiras. Já o Vasco chegou a 43 e deu mais um passo para se livrar do risco de rebaixamento.

Os dois times voltam a campo no próximo fim de semana. No domingo, o Flamengo visita o Grêmio, na Arena, às 16h. No dia seguinte, às 19h30, o Vasco recebe o Goiás, em São Januário.

A mil por hora

Não deu nem tempo do torcedor se acomodar na arquibancada ou no sofá de casa. Logo aos 38 segundo, após Pikachu perder uma bola na lateral para Bruno Henrique, Reinier arrancou, fez uma linda jogada individual e tocou para o meio. A bola sobrou para Everton Ribeiro, que só finalizou para o gol, abrindo o placar para o Flamengo.

O time da virada

O gol no início deu a impressão de que o Flamengo teria mais uma de suas grandes atuações. Mas não foi o que aconteceu. O Vasco avançou a marcação, passou a disputar o domínio do meio e tentar escapadas em velocidade. Assim, chegou ao empate. Marrony puxou o ataque, e tocou para Rossi. O atacante cruzou, Raul escorou e o próprio camisa 38 apareceu na área para finalizar.

Logo dois minutos depois, Pikachu fez uma linda jogada pela direita e foi derrubado por Rodrigo Caio na área. O próprio lateral-direito, que havia perdido um pênalti contra o Flamengo no primeiro turno, se redimiu e marcou o gol da virada.

Haja coração!

Fazendo uma partida quase no seu limite, o Vasco foi castigado no fim do primeiro tempo. Em jogada ensaiada, após falta inexistente marcada por Wilton Pereira Sampaio, Rafinha recebeu pela direita e cruzou rasteiro. A bola desviou em Danilo Barcelos, enganou Fernando Miguel e entrou para o gol.

Mas o Vasco reagiu logo no começo do segundo tempo e, de novo pela direita, em jogada inciada por Pikachu, Rossi encontrou Marcos Jr. livre dentro da área. O meia só teve o trabalho de empurrar para o gol.

Carrasco vs. herói improvável

Ele não poderia passar em branco. Carrasco dos rivais nos clássicos cariocas em 2019, Bruno Henrique apareceu, de novo. E não só uma vez. No primeiro lance, em contra-ataque, o atacante tabelou com Arrascaeta e finalizou para o gol, empatando a partida. Depois, aos 34, Vitinho cruzou, Gabigol desviou e Bruno Henrique encheu o pé para virar a partida.

Mas não parou por aí. No final da partida, o Vasco foi para o tudo ou nada e, aos 47, em cruzamento na área, Ribamar levou a melhor sobre o Rodrigo Caio e marcou o gol de empata deste clássico histórico no Maracanã.

 

 





Últimas Notícias
Travessa Cicinato A. Fernandes - Centro - Guanambi-BA - (77) 9 - 9962-3188