Caetité: idosa de 87 anos morre após ser picada por cobra-coral.

Regional

Segunda-Feira, 20 de Maio de 2019

Uma idosa morreu após ser picada por uma cobra-coral, na manhã deste sábado (18), na região do distrito de Pajeú do Vento, município de Caetité, no Sudoeste da Bahia.

Segundo informações, Maria da Glória de Jesus, 87 anos, teria ido pegar lenha quando foi picada pela cobra. A idosa morreu ainda no local. O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Guanambi, para realização de exame cadavérico.

Esse é o segundo caso de óbito registrado esse ano no município de Caetité por picada de cobra-coral. No dia 4 de abril, um homem identificado como Marcelo Soares Lima (Marcelinho), morreu após ser picado por essa espécie de cobra, na Praça da Juventude.

Sobre a cobra-coral A cobra coral é a mais venenosa do Brasil. É da mesma família das Najas e Mambas (Elapidae), e possuem um veneno neurotóxico muito potente.

A cobra coral é de difícil identificação e se classifica como ‘verdadeira’ e ‘falsa’. Não é simples diferenciar a espécie verdadeira da falsa, conforme a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). A maneira mais segura é através da dentição. Somente uma pessoa experiente consegue diferenciar as duas espécies simplesmente olhando. Mesmo assim, algumas podem apresentar anomalias e nascer completamente vermelha, ou até mesmo albino (branco) ou melânico (preto).

 


Por Mateus Souza-Portal Folha do Vale


Últimas Notícias
Travessa Cicinato A. Fernandes - Centro - Guanambi-BA - (77) 9 - 9962-3188