“É cada vez mais necessário gritar Lula Livre”, afirma Daniel Almeida.

Política

Domingo, 07 de Abril de 2019

Um ano após a prisão de Lula, o líder da bancada comunista na Câmara, o deputado federal Daniel Almeida (PCdoB), protesta contra o encarceramento político do ex-presidente. “Uma prisão injusta, sem qualquer prova de que o Lula tenha cometido crime. Calaram Lula para tentar calar o nosso povo. É cada vez mais necessário gritar Lula Livre para mostrar que não aceitamos que o Brasil seja vendido”, afirma.

O parlamentar denuncia que direitos fundamentais foram negados a Lula. “O direito de concorrer à eleição presidencial ficando cada vez mais evidente que esse era o objetivo daqueles que o condenaram. Não deixam Lula falar com advogados, que tratam do seu processo. Lula também não dá entrevistas, como muitos presos fazem. Cometeram violação de direitos humanos quando não permitiram, que o ex-presidente acompanhasse o velório do seu irmão”.

Daniel, que é coordenador da bancada da Bahia na Câmara, fala da importância na formação de uma frente que aglutine os movimentos sociais, populares, forças progressistas em prol do Lula Livre e contra o projeto do atual governo, de conteúdo fascista, que estimula o ódio e  violência e ataca a previdência pública.“Não temos nada o que comemorar nestes 100 dias de governo Bolsonaro, existe um cenário de desconfiança, sem popularidade, que trabalha com uma agenda privatista. É neste momento estamos, mais do que nunca, nas ruas dialogando com o povo para dizer que Lula é o âncora de um projeto democrático e popular, símbolo da defesa da democracia, dos direitos do trabalhadores e dos mais pobres. Não vamos abandonar essa luta”.


Ascom


Últimas Notícias
Travessa Cicinato A. Fernandes - Centro - Guanambi-BA - (77) 9 - 9962-3188